Home / Flamengo / Flamengo na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2015

Flamengo na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2015

Quer acompanhar o Flamengo na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2015? Então basta acompanhar esse artigo, que será atualizado com as novidades sobre os jogos do Flamengo na edição 2015 da Copinha.

O que é a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2015

A Copa São Paulo de Futebol Júnior ou Copinha é uma competição de futebol masculino juvenil sub-20 do Brasil. É organizada pela Federação Paulista de Futebol (FPF) e inclui clubes não só de São Paulo, mas de todo o Brasil e, eventualmente, clubes de outros países.

Originalmente a competição era chamada de Taça São Paulo de Juniores e era organizada pela Prefeitura de São Paulo, e não pela FPF. Em 1987, o então prefeito Jânio Quadros decidiu não arcar com a Taça São Paulo, que não foi realizada naquele ano.

Disputada desde 1969, acontece sempre no início do ano (em algumas edições, o torneio foi realizado em janeiro do ano anterior), de modo que a final seja disputada no mês de junho até 25 de julho (dia do aniversário da federação paulista). As duas primeiras edições foram disputadas apenas por clubes do estado de São Paulo, mas, a partir de 1971, a competição passou a receber clubes de todo o Brasil. Desde então, a Copinha, apelido dado a competição, é um torneio muito observado por imprensa, torcida, empresários e clubes, uma vez que é considerada a principal oportunidade para se descobrir futuros craques do futebol brasileiro.

Equipes estrangeiras

Entre 1993 e 1997, a FPF convidou equipes estrangeiras para participarem da disputa: Boca Juniors (Argentina), Peñarol (Uruguai), Cerro Porteño (Paraguai), Nagoya Grampus Eight e Yomiuri Verdy (ambos do Japão), além das seleções sub-20 do Japão e da China. Os primeiros clubes estrangeiros a participarem da competição foram o Providencia do México em 1980, o Vélez Sársfield da Argentina em 1981 e 1982 e o Bayern de Munique da Alemanha em 1985.

Como todas elas caíram na primeira fase, a organização da Copinha abandonou a ideia, mas em 2010, uma nova equipe estrangeira foi convidada para a disputa: o Al-Hilal, da Arábia Saudita. Em 2014, o Kashiwa Reysol, por motivo de patrocínio, participou da competição e foi a primeira equipe estrangeira a passar de fase.

Mudança para Sub-19

Com a criação do Campeonato Brasileiro de Futebol Sub-20, a partir de 2006, a Copa São Paulo de Futebol Júnior começa a dividir espaço com a nova competição, que é disputada somente por clubes pertencentes a série A do Campeonato Brasileiro. Devido a isso, a partir de sua 41ª edição em 2010, a Federação Paulista de Futebol (FPF), que organiza a competição, regulamenta a competição admitindo times formados por atletas pertencentes à categoria sub-19 e passa a chamá-la de Copa São Paulo de Futebol Sub-19.

Ainda que não exista a alteração do nome da competição no site da FPF, esta passa a publicar a competição pela nova nomenclatura, sendo divulgada assim pelos meios de comunicação que fazem sua cobertura, inclusive as transmissões televisivas de tv aberta e fechada.

Na edição de 2013, a competição voltou a ser Sub-20.

Flamengo na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2015

O Flamengo começa 2015 em busca do tricampeonato da Copinha. Nós vencemos em 1990 e 2011.

Agora veja a campanha do Flamengo na Copinha 2015.

Flamengo (9 x 10Atlético-MG

Flamengo 3 x 0 Taboão da Serra

Osasco 0 x 1 Flamengo

A última rodada da 1ª fase da Copa São Paulo Júnior era amplamente favorável ao Flamengo, que só perderia o primeiro lugar se perdesse por goleada. Dessa forma, no segundo tempo do jogo anterior, Jackson e Léo Duarte se esforçaram para levar o 2° cartão amarelo que os suspenderia e assim entrariam zerados na próxima fase.

Diante do desfalque de um de seus volantes que fazia a saída da bola – em uma associação com o profissional seria a posição do Márcio Araújo – e diante da possibilidade de fazer testes, o treinador resolveu ousar na escalação e testar um sistema mais ofensivo pensando em situações no campeonato em que precise se lançar ao ataque. Com a bola se armavam em um 4-2-4 e sem a bola os atacantes Cafú e Marquinhos alinhavam com o meio e compunham um 4-4-2.

O time do Osasco formado pela categoria sub-17 por problemas de inscrição do sub-20, mesmo precisando golear para se classificar, jogou tentando fechar a marcação e dando atenção especial a Baggio, que tinha sempre dois em cima. A tática deles era segurar a pressão rubro-negra e sair no contra-ataque aproveitando os buracos na defesa.

Aliás, apesar de quase não ter havido chances reais de gol do Osasco durante o jogo, a defesa novamente pecou tanto na recomposição, quanto na marcação. As jogadas de mais perigo ainda contaram com erros bobos de passe de Jajá no meio de campo, com a defesa toda aberta atrás de si.

Cafú é voluntarioso, rápido e forte, mas marca mal tendo dificuldade até em cercar os jogadores adversários, Marquinhos sendo magro tem menos sucesso ainda na marcação, deixando a responsabilidade para Juan Felipe e Jajá, que precisa trabalhar muito, mas muito mesmo, para melhorar esse fundamento essencial para um volante.

Se na defesa o trabalho tem que ser intenso e ainda dá muita dor de cabeça a Zé Ricardo, o ataque está bem mais afinado, principalmente com Thiago Santos assumindo a titularidade no ataque. Além de ser veloz, Thiago tem habilidade para driblar e fez ótima dupla com Cafú pela direita, o que resultou em muitas chances de gol enquanto esteve em campo, porém ambos precisam treinar mais finalização a média, longa e curta distância, além de perderem o medo de chutar.

Com seu goleiro inspirado e contando com a falta de pontaria e o medo de chutar dos atacantes, que se livravam da bola dentro da área, o Osasco conseguiu a duras penas levar o 0 x 0 para o intervalo, o que para a equipe já era uma vitória.

A volta do intervalo não trouxe surpresas, apesar da expectativa de que Matheus Sávio entrasse logo no início do 2° tempo para dar alguma inteligência ao meio de campo e conseguir manter a posse da bola. O posicionamento e a disposição do time continuaram os mesmos, perderam mais um caminhão de gols, porém o cansaço de ambos os times começou a ficar evidente e Zé Ricardo mexeu.

Aos 15 minutos entrou Matheus Sávio no lugar do discreto Marquinhos e pouco depois Luã no lugar do cansado Thiago Santos. O time voltou a formação 4-3-3 utilizada nos jogos anteriores e, inegavelmente, melhorou. Jorge ficou mais participativo com Matheus Sávio e Cafú ao seu lado, já na direita Luã colocou correria para cima dos exaustos defensores do Osasco e o resultado foram cruzamentos melhores e algumas boas defesas de Matheus, goleiro adversário. No fim do jogo ainda houve a 3ª troca, saiu Baggio para a entrada de Felipe Vizeu, que subiu do juvenil no fim de 2014.

Vilhena 0 x 5 Flamengo

Data: 6 de janeiro de 2015

O Flamengo deu um passo importante rumo a classificação para a próxima fase da 46ª Copa São Paulo de Futebol Júnior nesta terça-feira. Atuando no estádio Prefeito José Liberatti, em Osasco, o time carioca bateu o Vilhena-RO, por 5 a 0 e ficou a um empate na última rodada para garantir a liderança do Grupo Q.

A vitória deixou o Flamengo com 100% de aproveitamento, em primeiro lugar, com seis pontos. O clube de Rondonia é o quarto colocado, ainda sem somar pontos.

Atuando sob um gramado novo e sem chuvas, o Flamengo pode tocar bem a bola e não demorou para abrir o placar. Aos 18 minutos, de pênalti, Douglas Baggio cobrou com categoria e fez. Aos 24 minutos, depois de uma linda tabela, Jajá marcou o segundo.

Na segunda etapa, o Flamengo voltou ainda melhor e marcou mais três gols, com Douglas Baggio, Matheus Sávio e Jorge, fazendo o jogo virar uma goleada.

Flamengo passou fácil pelo Vilhena-RO

Flamengo passou fácil pelo Vilhena-RO

No outro jogo do Grupo, mais cedo, o Osasco não conseguiu segurar o Sampaio Corrêa e acabou goleado por 4 a 1. O destaque da partida foi Alexsandro, que marcou três gols para o clube maranhense, levando-o à segunda colocação, com três pontos, mesma pontuação do time da casa, que está em terceiro devido ao saldo de gols inferior – 0 contra – 2.

 

Flamengo 4×1 Sampaio Correia

Data: 3 de janeiro de 2015

A equipe sub-20 de futebol do Flamengo estreou com uma vitória na Copa São Paulo de Juniores. Os garotos superaram a equipe maranhense Sampaio Corrêa pelo placar de 4 a 1, com gols de Cafu, Jajá e Douglas Baggio (2), no estádio Prefeito José Liberatti.

Com o resultado, o time fica na liderança do grupo Q, pelo saldo de gols. A equipe volta à campo na próxima terça-feira (06.01), contra o Vilhena, às 19h, pela segunda rodada da Copinha.

Próximo jogo – 6 de janeiro de 2015 às 19:00hs

Flamengo na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2015
Rate this post

Sobre Gustavo Freitas

Veja Também

Viu essa? Flamengo pode ser excluído da Libertadores   Coluna do Flamengo   Notícias, colunas, contratações, jogos e mais

Visto dessa maneira? O flamengo pode ser excluído da copa Libertadores

A Conmebol decidiu abrir um processo contra o Flamengo, por conta de depredações feitas por ...

Deixe uma resposta