O reencontro de Paolo Guerrero com o Corinthians não foi nada feliz para o atacante do Flamengo. Vaiado a cada toque na bola neste domingo, na Arena Corinthians, o peruano viu seu “sucessor” Vagner Love decidir a vitória alvinegra por 1 a 0 e colocar a equipe paulista ainda mais próxima do título do Campeonato Brasileiro.

O Corinthians, que garantiu a classificação para a Libertadores, soma agora 70 pontos – oito a mais que o vice-líder Atlético-MG, que também venceu neste domingo. Já o Flamengo, com 44 pontos, vê mais distante o sonho de alcançar o G-4.

O Flamengo jogou bem no primeiro tempo e fez um duelo equilibrado, mas Love aproveitou uma chance clara no último minuto para colocar o Corinthians na frente. Na segunda etapa, com a expulsão de Jonas logo aos 12 minutos, ficou difícil para os rubro-negros conseguirem uma reação.

Nem tudo foi boa notícia para o Corinthians, porém: Elias recebeu o terceiro cartão amarelo em um lance polêmico e está fora do jogo contra o Atlético-MG, no próximo domingo, em Belo Horizonte. Na jogada, o meio-campista caiu após dividida com Márcio Araújo na área e foi advertido por reclamação.

Ficha Técnica – Corinthians 1 x 0 Flamengo

Data e horário: 25/10/2015, às 17h (horário de Brasília)
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Bruno Raphael Pires e Fabrício Vilarinho da Silva (ambos de GO)
Público: 43.942 (43.515 pagantes)
Renda: R$ 2.747.175,00

Cartões amarelos: Elias, Edilson e Guilherme Arana (Corinthians); Jonas e Guerrero (Flamengo)

Cartão vermelho: Jonas (Flamengo)

Gol: Vagner Love, aos 47 minutos do primeiro tempo

Corinthians: Cássio; Edilson, Felipe, Gil e Guilherme Arana (Yago); Ralf; Jadson, Elias, Renato Augusto e Malcom (Lucca); Vagner Love (Danilo).
Técnico: Tite.

Flamengo: Paulo Victor; Pará (Ayrton), César Martins, Wallace e Jorge; Jonas e Márcio Araújo; Paulinho (Gabriel), Alan Patrick e Éverton (Canteros); Guerrero.
Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Corinthians 1 x 0 Flamengo
Rate this post

Jordano Freitas

Tu és time de tradição, raça amor e paixão, oh meu mengoo!

Deixe uma resposta