Sem muito o que fazer na temporada depois do empate sem gols com o Santos, o Flamengo inicia a despedida de 2015. O confronto contra a Ponte Preta no Estádio Mané Garrincha, domingo (22), às 18h (de Brasília), marca o começo do adeus melancólico ao Campeonato Brasileiro.

Oswaldo-Oliveira-Flamengo-Paulo-SergioLANCEPress_LANIMA20150820_0212_53

Irregular, o Rubro-negro ficou apenas duas rodadas no G-4, mas colecionou derrotas e se perdeu na competição. A queda de rendimento tem tudo para ser definitiva na substituição do técnico Oswaldo de Oliveira.

Dificilmente o treinador seguirá na Gávea na próxima temporada. Embora o presidente Eduardo Bandeira de Mello sustente a continuidade do trabalho, os seus pares estão convictos sobre a troca e já agilizam a chegada de um novo comandante.

A discussão é intensa nos bastidores, mas o nome de Muricy Ramalho ganha cada vez mais força para assumir o posto. O vice-presidente de planejamento Flávio Godinho, que assumirá a pasta do futebol caso Bandeira seja reeleito, está no comando das conversas ao lado do vice de gabinete Plínio Serpa Pinto.

O fato é que Oswaldo aparentemente está cada vez mais “esvaziado” no Flamengo e a permanência para 2016 é improvável. A pressão nos corredores da Gávea é enorme e o clube corre contra o tempo para agilizar o planejamento e definir de que forma o abalado futebol começará a próxima temporada. Ao menos no discurso o comandante sonha em continuar.

“Não tenho porque ficar frustrado. O Flamengo mostrou capacidade e trabalhou para chegar ao nível das outras equipes. Temos tudo para terminar bem o ano e começar muito bem 2016”, encerrou.

Flamengo discute sobre Muricy Ramalho como técnico
Rate this post

Jordano Freitas

Tu és time de tradição, raça amor e paixão, oh meu mengoo!

Deixe uma resposta