Humilhadas, assim que elas gostam

Bom, é isso, esculhambamos as meninas das Laranjeiras, 3 a 1, sem pena, sem dó e com a marra que todo ser superior precisa ter, afinal somos Flamengo e superioridade é nossa marca. Para os sofredores das três cores e sócios da camisa mais feia do Brasil (sim, sócios, pois metade do clube é da patrocinadora e a outra metade é que pertence a Florminense) resta lamentar e esperar a eliminação mais que certa na Libertadores.

Já sobre o Mengão, sinto que pelas muradas adversárias já existem comentários de que o Gigante acordou e que agora voltou para doutrinar todos àqueles que um dia acharam que o maioral estava morto.

Sobre a peleja de 90 minutos, que muito chamaram de aula de superioridade, destaque para Renato ‘Canelada’ Abreu, Jorginho e o nosso 10, Gabriel, que juntos conseguiram entender que Hernane não pode ficar armando jogada e que basta tocar a bola que uma hora ela chega à área adversária com plenas chances de ser chutada para o gol.

Sobre Hernane, sei que pego um pouco no pé dele, mas não podemos ir do inferno ao paraíso, muito menos o inverso, mas ele é limitado, nós sabemos. Para compor um grupo, é o jogador ideal, mas para compor a vestimenta dos matadores de goleiros e carregar a 9, é fraco.

Elias jogou como um meia, fez seu papel muito bem, marcou e armou, parabéns para ele. Já o destaque mor, o cara que me fez ter esperanças de um mundo mais justo foi o jovem Gabriel. Meteram a 10 no garoto e ele jogou como se estivesse entre amigos, não sentiu a tonelada de responsabilidade que o manto possui e acabou com as meninas das Laranjeiras.

Agora, um recado para a Nação, vamos continuar apoiando os jogadores e esperando dias melhores, pois eles estão chegando.

Saudações Rubro Negras!

Contratações

Andam dizendo que a nossa super diretoria está atrás de Roque Santa Cruz, atacante Paraguaio, que fez sucesso na Alemanha, Inglaterra e agora atua no Málaga, da Espanha.

Bom, lembro-me dele nas partidas de Playstation e na hora de procurar um atacante no Championship Manager, é um bom reforço. Se vier para ganhar o mesmo que ganho no meu trabalho, será muito bem vindo, mas se a ideia for chegar na nossa querida Gávea com vencimentos maiores do que a Renda Bruta Mensal do “novo pobre”, Eike Batista, ai é melhor continuar com Hernane e sua incapacidade de fazer duas coisas ao mesmo tempo, por exemplo pensar e jogar futebol.

Rate this post

Cansado de seu Emprego Atual, Gosta de Futebol, que Tal Faturar Enquanto assiste seu Jogo Favorito

Ricardo Moura

Paixão muitas vezes não contida nesse coração Rubro Negro, Ricardo Moura é o Brasil, o sentimento poderoso de cada torcedor. Ele é Inenarrável, apaixonado por um time desmoralizado. Mas o que é moral no futebol?

Website: https://crflamengo.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *