Não sou revolucionário, nem fui as ruas protestar contra a corrupção. Estou longe de ser militante politico e muito menos um defensor das causas sociais do Brasil. Sou jornalista, e como tal, sou jornalista. Aprendi que a gente tem que falar o que acontece e não o que acha, o achismo fica para a conversa de bar, o bate papo entre amigos o tal da ‘descontração’. Levantar bandeira é difícil demais, carrega-las então é um fardo que poucos tem força para faze-lo, mas as vezes topo com uma vontade enorme de ser o líder de poucos, a voz de muitos e hoje será assim: Ontem a gente esculachou o Florminense. O Mengão doutrinador máster atropelou o time das três cores, passamos o trator.

Amigos, era um tal de Leo Moura distribuindo canetas, André Santos dando um show de lucides e ele, Elias e sua mania de ser o melhor jogador em atividade no Brasil. Sim, Elias é de longe o cara que mais está jogando nessa parada. Alex? No Coritiba é fácil, quero ver carregar o piano e ainda tocar uma sinfonia com a camisa mais pesada do Mundo. Sem falar no Hernanes, que gol, que lance, que estrela.

A cada gol vinha o carimbo de “Pague a Série B”, e pelo jeito eles vão pagar, eles o três cores de São Paulo e o Santinho viu. E nós, doutrinadores do planeta bola, estaremos no alto da tabela, no nosso lugar, na nossa casa. Quem duvidava desse time? Quem achou que esse ano não seria nosso? Posso estar exagerando, posso até cometer algum Lulismo no caminho, mas to empolgado demais para pensar pequeno.

Do resto, é resto, e do mais, tá demais…Então, prometo que voltarei a mandar minha letra aqui semanalmente, resolvi carregar a bandeira, decidi ser o bastião da liberdade Rubro Negra. Quero vem que estará comigo nessa luta pela popularização do popular. Sim, o Flamengo e eu voltamos.

Saudações Rubro Negras!

O Mengo voltou, a bandeira está no alto
Rate this post

Ricardo Moura

Paixão muitas vezes não contida nesse coração Rubro Negro, Ricardo Moura é o Brasil, o sentimento poderoso de cada torcedor. Ele é Inenarrável, apaixonado por um time desmoralizado. Mas o que é moral no futebol?
Comentar

COMENTÁRIOS (1)

  1. Felipe Saúda

    13/08/2013

    Concordo quanto ao Elias. Está comendo a bola. Felipão poderia olhar para ele. Joga muito mais que o tal de Fernando. Não acho que Fluminense, São Paulo e Santos caem. Mas é bom abrirem o olho, principalmente o São Paulo. A zona de rebaixamento parece ter uma sucção que ja derrubou camisas grandiosas, e que algumas vezes, no papel até tinham times razoáveis, como o Palmeiras de 2002. Não sou flamenguista de coração já que nasci, viverei e morrerei torcedor do Santos. Mas o Maraca me fez ver o quão grande é o Flamengo, e tornou esse gigante poderoso meu segundo time. Vamos Mengão!!!!

    Responder

Deixe uma resposta