Ele vai embora, sim amigos, eu voltei, mas o nosso Brocador está partindo do ‘Mais Querido’.

Logo hoje, dia tão importante para nossa caminhada na Libertadores, essa notícia cai feito bomba dentro da concentração do Mengão. Mas, como já disse o poeta um dia:

“Se sobrevivemos ao adeus de Zico, sobreviveremos a qualquer tchau”.

E não será diferente, desejo boa sorte ao Hernane, que ele lembre-se sempre da nossa Nação e que faça muitos gols lá na casa do car…!

Sobre o jogo, é isso amigos, pegaremos o Emelec, time que fez todos nós chorarmos em 2012, mas, nessa, estou com o capitão Leo Moura, não é hora de revanche, é hora de fazer uma nova história. E para que isso aconteça, nosso apoio tem que ser durante todo o jogo.

Em campo é aquilo, sem muitas novidades, apenas a dúvida se entraremos com Alecsandro (está em ótima fase) ou de Brocador (que não começou bem o ano). Na minha modéstia opinião, é jogo pra mudanças, é jogo pro Alec Gol.

Então é isso, sem muito papo hoje, sem choro e sem vela. O nervosismo já tomou conta de mim e as palavras estão fugindo. Vamos rezar e torcer, é hora do Mengão.

flamengo-x-emelec

Pensamentos

Perdendo o Brocador o elenco do Mengão ficará em falta de um atacante. Depois do que vi ontem do jogo do Patético Paranaense e a grande insatisfação do Adriano, acho que não é um absurdo pensar nele de volta ao Flamengo.

Aparentemente mais magro e com mais vontade, seria um bom reforço para o Brasileirão. O que acham?

Sem Broca…Mas a Liberta ta ai…
Rate this post

Ricardo Moura

Paixão muitas vezes não contida nesse coração Rubro Negro, Ricardo Moura é o Brasil, o sentimento poderoso de cada torcedor. Ele é Inenarrável, apaixonado por um time desmoralizado. Mas o que é moral no futebol?

Deixe uma resposta